IT Forum 2016: tema central provocará participantes a pensarem de maneira diferente

IT Forum 2016: tema central provocará participantes a pensarem de maneira diferente

Com o tema “Inércia Ativa: olhando para o futuro sem recorrer às respostas do passado”, executivos serão convidados a refletirem sobre suas ações

A cada ano a IT Mídia busca para seus fóruns temas que possam tirar os participantes do lugar comum. Fazê-los refletir sobre problemas, desafios, novidades ou transformações de maneira diferente de como o fazem em suas rotinas. Para o IT Forum 2016 não será diferente. Com o tema “Inércia Ativa: olhando para o futuro sem recorrer às respostas do passado”, os executivos serão convidados a refletirem sobre suas ações e os impactos delas nas vidas pessoal e profissional.

Vivemos num mundo de transformações cada vez mais aceleradas, assim, entender bem o momento e ter uma boa execução são itens mandatórios. Líderes empresariais se veem diante de um grande desafio e já colocam, como apontam diversos estudos, a execução da estratégia como maior barreira a ser vencida, suplantando temas fortes como inovação, eficiência operacional e produtividade, que integram a lista básica de qualquer CIO ou líder da indústria de TI. Assim, partir para um futuro promissor sem ter em mente todos os executáveis, pode significar cometer erros do passado ou tentar responder ao novo com velhas técnicas.

Por isso, te convidamos a exercitar parte do seu cérebro (inércia) a sair do automático (deixando de ser inércia para ser uma massa ativa), buscando novas formas de encarar as coisas, sejam elas uma estratégia corporativa, um plano no condomínio ou uma simples reunião em família.

Olhando para o momento do País, a IT Mídia optou por tratar o tema dentro de dois grandes pilares: Político e Comportamento humano. Isso porque, ambos precisam ser repensados e refletem nos lados pessoal e profissional. O primeiro – a partir de uma refundação – pode dar um novo rumo ao País, impactando fortemente o campo econômico.

Já o segundo vai na direção de resgatar valores perdidos, deixando essa ânsia do “TER” e pensar no “SER”, refletir sobre o papel em sociedade e como seus impulsos impactam diretamente na sua vida pessoal e profissional, afetando os que estão diretamente ligados a vocês.